#EspalheEnergiaVerde: Ana Laura e a capacidade de olhar para o outro

Published on Terça-feira, 31 Agosto 2021

Enel Espalhe Energia Verde: Ana Laura e a capacidade de olhar para o outro.

Após anos de muito trabalho fora de sua cidade natal, Morro do Chapéu, ela sentiu que precisava voltar e retribuir as experiências vividas por lá.

Logo que chegou, Ana Laura trabalhou com crianças e adolescentes em vulnerabilidade social. Além do atendimento de psicoterapia, ela sempre esteve atenta aos projetos que pudessem, de alguma forma, melhorar a vida daquelas crianças e de toda a população local.

Ao notar que uma grande obra da Enel Green Power estava sendo construída em sua cidade e por entender o potencial transformador de um projeto daquele porte, a jovem resolveu abordar uma funcionária que prestava serviço para a empresa e buscar informações sobre quais seriam as oportunidades de melhorias levadas pela Enel para a região.

Convidada para apresentar projetos sociais que beneficiassem a sua comunidade, Ana surpreendeu-se quando foi informada de que todas as suas ideias tinham sido aprovadas e seriam colocadas em prática pela companhia.

Potente como o vento que sopra no Nordeste, ela não hesitou quando foi convidada pela Enel a trabalhar no Piauí durante a etapa de obras do Complexo Eólico Lagoa dos Ventos, o maior parque eólico da América do Sul, composto por 230 aerogeradores. Uma oportunidade única de construir novos laços e praticar a empatia numa terra até então desconhecida por ela.

“Acredito que esse olhar seja um pouco diferente para quem já esteve do lado de lá.”

Enel Espalhe Energia Verde: Ana Laura e a capacidade de olhar para o outro.

Cheia de sonhos e com uma vontade enorme de transformar, Ana chegou à região seis meses antes da obra começar. Desta forma, pôde construir uma relação com as lideranças locais, conhecer todo o território, analisar desafios, oportunidades e os impactos do empreendimento em sua totalidade.

Inicialmente, trabalhou para explicar à pequena população local — de cerca de 13 mil habitantes em duas cidades — a grandiosidade e a importância da obra que seria construída em breve, levando aos moradores informações que os deixassem seguros e tranquilos em relação ao projeto.

“Eu notava que eles sentiam um certo receio com a minha aproximação, mas quando ouviam o meu sotaque nordestino, ficavam mais abertos ao diálogo e a conversa fluía.”

O objetivo de Ana Laura e da equipe de sustentabilidade é colocar em prática o compromisso da Enel em gerar um impacto positivo nas regiões que recebem seus projetos. Um desafio proporcional às dimensões do parque eólico e que resulta em oportunidades de desenvolvimento social e econômico, como a geração de empregos locais.

No pico da obra, 1800 pessoas das cidades de Queimada Nova e Lagoa do Barro foram empregadas, o que representa mais de 10% de toda a população dos municípios.

Os benefícios da obra também foram potencializados por meio de um programa de capacitação com fornecedores locais, para que eles pudessem se beneficiar ao máximo da quantidade de pessoas que passaram a circular na região com o início das obras.

Para que a comunicação com a população fosse ainda mais efetiva, a Enel disponibilizou em Lagoa dos Ventos, como ocorre em todas as obras da empresa, um canal de Ouvidoria e um carro que circula na região e recebe as dúvidas da população.

Mais um instrumento importante no trabalho de Ana Laura e de toda a equipe de Sustentabilidade que atua na região no diálogo com os moradores.

“Sinto que represento a comunidade dentro da empresa. Sou como uma embaixadora, levo à empresa as angústias e as demandas da população e, com os meus colegas, procuramos meios de solucioná-las.”

Enel Espalhe Energia Verde: Ana Laura e a capacidade de olhar para o outro.

O parque eólico Lagoa dos Ventos, que agora já está em operação, é composto por 230 turbinas eólicas e será capaz de gerar mais de 3,3 TWh por ano, evitando a emissão de mais de 1,9 milhão de toneladas de CO2 na atmosfera.

“Quando vejo aonde cheguei, fico muito emocionada. Com este parque, a Enel irá gerar energia para milhares de famílias brasileiras. Além de gerar energia limpa e renovável, geramos emprego e renda para a comunidade local.”

Clique aqui e veja mais histórias de pessoas que, assim como a Ana Laura, nos ajudam a espalhar energia verde.

ENEL