Enel inicia construção no Brasil da maior usina de energia solar da América Latina

Published on Quarta-feira, 29 Março 2017

 · Nova Olinda, com uma capacidade total instalada de 292 MW, será a maior usina de energia solar da América Latina

 · A Enel vai investir cerca de 300 milhões de dólares na construção de Nova Olinda, que será capaz de produzir mais de 600 GWh por ano

 · A nova unidade confirma a liderança da Enel em energia solar no Brasil, onde o Grupo também está construindo o segundo maior projeto de energia solar do país, Ituverava (254 MW), e mantém a maior planta de energia solar em operação no Brasil, Fontes Solar (11MW)

 

Roma, 5 de Julho de 2016 – A Enel S.p.A. ("Enel"), por meio de sua subsidiária Enel Green Power Brasil Participações Ltda. ("EGPB"), começou a construção da usina de energia solar de 292 MW de Nova Olinda, no Brasil, que, uma vez concluída, será a maior da América Latina. A construção desta nova planta consolida a liderança em energia solar fotovoltaica da EGPB no Brasil, onde a empresa mantém a maior usina solar em operação atualmente no país, a Fontes Solar (11 MW), e está construindo Ituverava (254 MW), que passará a ser o segundo maior projeto de energia solar do Brasil.

"O início da construção de Nova Olinda é um outro passo adiante para o nosso grupo no Brasil, confirmando a nossa liderança no mercado de energia solar no país ", afirmou Carlo Zorzoli, Country Manager da Enel para o Brasil. "O governo brasileiro tem desenvolvido um processo atrativo e bem-estruturado de leilões e temos construído o nosso sucesso no País com base na nossa tecnologia líder de mercado, excelência em financiamento e reputação para um engajamento sustentável com stakeholders. Vamos continuar investindo para crescer de maneira sólida no setor de energia no país.”

Nova Olinda, que é de propriedade de quatro veículos de propósito específico (SPEs) mantidos pela EGPB, está localizada em Ribeira do Piauí, no estado do Piauí. Uma vez concluída, a nova instalação, que vai ocupar uma área de 690 hectares, terá uma capacidade instalada total de 292 MW e será capaz de gerar mais de 600 GWh por ano, o suficiente para atender às necessidades de consumo de energia anual de cerca de 300.000 lares brasileiros, evitando a emissão de cerca de 350.000 toneladas de CO2 para a atmosfera. Nova Olinda será construída em uma área com altos níveis de radiação solar e contribuirá significativamente para atender à crescente demanda de energia do país.

A Enel vai investir cerca de 300 milhões de dólares na construção de Nova Olinda, como parte dos investimentos previstos no plano estratégico atual da empresa. O projeto, que é financiado por meio de recursos próprios do Grupo Enel, deverá entrar em operação no segundo semestre de 2017. A usina de energia solar será apoiada por um contrato de compra de energia (Power Purchase Agreement, - PPA sigla em inglês) de 20 anos, que prevê a venda da energia gerada pela usina para a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). O Grupo Enel venceu a concessão do PPA, após o "Leilão de Reserva", em agosto 2015, juntamente com o direito de assinar PPAs para os parques

solares de Horizonte (103 MW) e Lapa (158 MW), tornando-se o principal player da indústria de energia solar do Brasil em termos de capacidade instalada e de portfólio de projetos. A subsidiária de energia renovável brasileira do Grupo Enel, a EGPB, tem atualmente uma capacidade instalada total de 546 MW, dos quais 401 MW são de energia eólica, 12 MW de energia solar fotovoltaica e 133 MW de energia hídrica. Além disso, a empresa tem 442 MW de projetos de energia eólica, 102 MW de hidrelétrica e 807 MW de energia solar atualmente em execução. 

 

Todos os comunicados de imprensa da Enel também estão disponíveis em versões para smartphones e tablets. Você pode baixar o aplicativo Enel Corporate, na Apple Store e no Google Play 

Enel S.p.A. provides for the dissemination to the public of regulated information by using SDIR NIS, managed by BIt Market Services, a London Stock Exchange Group's company, with registered office at Milan, Piazza degli Affari, 6. For the storage of regulated information made available to the public, Enel S.p.A. has adhered, as from July 1st, 2015 to the authorized mechanism denominated “NIS-Storage”, available at the address www.emarketstorage.com, managed by the above mentioned BIt Market Services S.p.A. and authorized by CONSOB with the resolution No. 19067 of November 19th, 2014. From May 19th 2014 to June 30th 2015 Enel S.p.A. used the authorized mechanism for the storage of regulated information denominated “1Info”, available at the address www.1info.it, managed by Computershare S.p.A. with registered office in Milan and authorized by CONSOB with resolution No. 18852 of April 9th, 2014