Desafio de energia solar e novas tecnologias

Publicado em segunda-feira, 10 de abril de 2017

“É um jeito inovador de você conseguir captar uma energia que é relativamente nova e conseguir ter uma eficiência a ponto de participar de uma competição, de mover um barco. É surpreendente”

– Jorge Cerqueira dos Santos, aluno do IFF de Cabo Frio/RJ

Além de colocar em prática o conhecimento adquirido na universidade, os participantes precisam resolver as dificuldades que surgem durante a disputa. No Desafio Solar, a capacidade de pensar em novas soluções e a eficiência energética são tão importantes quanto a velocidade.

“A competição testa, de maneira integrada, o conhecimento dos alunos em física, matemática e química, mas também possibilita que eles desenvolvam noções de administração, comunicação, liderança e empreendedorismo”

– Weules Correia, Coordenador do projeto Cidade Inteligente Búzios

Interação com a comunidade

Além da disputa propriamente dita, a programação do Desafio Solar engloba exposições e seminários abertos para a comunidade local, nos quais são discutidos assuntos relacionados à energia limpa. O objetivo é envolver a população de Búzios, principalmente estudantes das escolas públicas da cidade, nas discussões sobre o uso das energias renováveis e do futuro da mobilidade com o uso de veículos elétricos.

“Atualmente, nós somos o maior player de energia solar do Brasil. Nosso objetivo é estimular o desenvolvimento e a discussão sobre novas tecnologias em fontes de energia limpa e renovável para aplicação em projetos de mobilidade”

– Bruno Cecchetti, Diretor de Inovação da Enel Brasil

O Desafio Solar é uma iniciativa da Universidade Federal do Rio de Janeiro, através do NIDES (Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social), em parceria com a Enel e com apoio da Prefeitura de Búzios. O projeto é inspirado no Frisian Solar Challenge, evento europeu para embarcações solares realizado a cada dois anos na Holanda.

“Hoje temos barcos elétricos monotipo. Um dia, a nossa aspiração é ter barcos comerciais elétricos, ônibus elétricos, carros elétricos. E tudo isso para tornar o meio ambiente melhor, com menos contaminação e uma vida melhor para todos”

– Carlo Zorzoli, Country Manager da Enel para o Brasil

Em 2017, a expectativa é atrair um número ainda maior de equipes para a competição. Será mais uma oportunidade para compartilhar conhecimento e experiências sobre energia sustentável em um ambiente bem mais educativo e produtivo do que competitivo. Independentemente de quem chega na frente, nessa disputa, todos saem ganhando!