Enel Brasil anuncia prioridades para Celg Distribuição

Publicado em sexta-feira, 31 de março de 2017

  • Principais iniciativas incluem a modernização da rede para melhoria da qualidade; novas conexões, universalização do acesso à energia e implementação da cultura de segurança da Enel;
  • Este ano a empresa iniciará a construção de 400 quilômetros de rede, além de seis novas subestações;
  • 400 novos equipamentos de automação da rede (telecontrole) de alta e média tensão serão instalados com o objetivo de melhorar indicadores de qualidade no médio prazo.

                                                      

Goiás, 30 de março de 2017 – A Enel Brasil S.A (“Enel Brasil”), subsidiária da Enel, anunciou hoje as primeiras iniciativas para a Celg Distribuição S.A (“CELG”), pouco mais de um mês após assumir o controle da distribuidora. A melhoria da qualidade do fornecimento, novas conexões, a universalização do acesso à energia na área de concessão da empresa e a implementação da cultura de segurança da Enel são as prioridades para os próximos 18 meses. O Country Manager da Enel no Brasil, Carlo Zorzoli, revelou as novas iniciativas para a CELG durante fórum promovido pelo Governo do Estado de Goiás em Goiânia.  

“Vamos contribuir com o desenvolvimento do Estado de Goiás e com a melhoria da qualidade do serviço prestado aos nossos clientes, por meio da otimização operacional da companhia e da modernização da rede elétrica”, disse Carlo Zorzoli. “As obras incluirão construção e reforço de subestações, assim como a instalação de novos equipamentos que aumentarão a capacidade e confiabilidade do fornecimento de energia. Também reforçaremos  as ações de manutenção preventiva na rede elétrica, além de acelerar a conexão de novos clientes”.

Com as medidas adotadas, a expectativa da Enel Brasil é a de reduzir em 15% nos próximos 18 meses o índice de Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora (DEC) em relação ao limite estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e aumentar a capacidade da rede em cerca de 110 MVA, beneficiando 96 mil clientes.   

Entre as obras prioritárias previstas para este ano estão a construção de seis novas subestações (nos municípios de Paraúna, Cocalzinho, Santa Helena, Alto Horizonte, Orizona e no entorno de Goiânia), além de cerca de 400 quilômetros de redes de média e alta tensão, para aumentar a capacidade e a qualidade da rede nas áreas rurais e urbanas do Estado. 

As iniciativas da Enel Brasil incluem ainda a instalação de 400 novos equipamentos controlados remotamente, que em conjunto com um moderno sistema de gestão vão permitir que a Celg identifique e isole, mais rapidamente e de forma remota, possíveis falhas ocorridas na rede, reduzindo o número de clientes atingidos. A tecnologia, trazida pelo grupo Enel, tem sido adotada pela companhia em outros países e, mais recentemente, nas outras distribuidoras do grupo no país, com impactos significativos nos indicadores de qualidade.

As ações serão focadas também na conexão de novos clientes, incluindo os de áreas rurais que não eram atendidas previamente. Nas zonas rurais do Estado de Goiás serão realizadas cerca de 3.500 novas ligações, sendo a maioria por meio de recursos do programa do Governo Federal Luz para Todos. A CELG também vai realizar cerca de 6.800 ligações em áreas urbanas por meio do programa Minha Casa Minha Vida, também do Governo Federal. 

As ações de manutenção da distribuidora para 2017 incluem cerca de 350 mil podas, um acréscimo de 25% em relação ao ano anterior, com o objetivo de reduzir o número de interrupções por queda de galho na rede, uma das principais causas de falha no fornecimento de energia. Outra ação de manutenção inclui inspeções na rede com uso de helicópteros. 

Para implementar a cultura de segurança da Enel, a Celg está promovendo uma série de encontros com fornecedores e eletricistas para disseminar as melhores práticas do grupo com relação ao uso correto de equipamentos e a operação segura da rede elétrica. 

Sobre a Celg

Fundada em 1956 e com sede em Goiânia, a CELG (anteriormente controlada pela República Federativa do Brasil (51%) por meio de sua companhia de eletricidade Eletrobras, e pelo Estado de Goiás (49%) por meio de sua holding Celg-Par) atua em um território que cobre mais de 337 mil km² por meio de uma concessão que é válida até 2045. O mercado da CELG inclui 237 municípios com uma população de 6,2 milhões de pessoas. A base de clientes da CELG, de 2,9 milhões, é atendida por meio de uma rede de mais de 200.800 quilômetros.  

Sobre a Enel no Brasil

A Enel atua no Brasil por meio de suas subsidiárias Enel Brasil e Enel Green Power Brasil (“EGPB”), ambas com sede em Niterói, no Estado do Rio de Janeiro. A Enel Brasil possui operações nos Estados do Rio de Janeiro, Ceará, Goiás e Rio Grande do Sul, nos segmentos de distribuição, geração, transmissão e soluções de energia. 

Através da Enel Brasil e da Enel Green Power Brasil (EGPB), o grupo Enel tem uma capacidade instalada total de 1,6 GW, com mais de 1,3 GW proveniente de energias renováveis – 400 MW de energia eólica, 12 MW de energia solar fotovoltaica e 890 MW de energia hídrica – fazendo da empresa o maior player de energia solar e um dos principais em energia eólica do país. A Enel também possui mais 442 MW de projetos eólicos e 807 MW de projetos solares atualmente em execução. Por meio da Enel Green Power Cachoeira Dourada, a empresa opera uma usina hidrelétrica de 658 MW no estado de Goiás.

A Enel distribui energia a 10 milhões de clientes no Brasil por meio da Enel Distribuição Rio (RJ), Enel Distribuição Ceará (CE) e Celg (GO). A Enel Brasil opera ainda a usina térmica de 319 MW Enel Geração Fortaleza (CE) e controla a empresa de transmissão Enel Cien (RS) e a empresa de soluções em energia Enel Soluções.

Enel S.p.A. provides for the dissemination to the public of regulated information by using SDIR NIS, managed by BIt Market Services, a London Stock Exchange Group's company, with registered office at Milan, Piazza degli Affari, 6. For the storage of regulated information made available to the public, Enel S.p.A. has adhered, as from July 1st, 2015 to the authorized mechanism denominated “NIS-Storage”, available at the address www.emarketstorage.com, managed by the above mentioned BIt Market Services S.p.A. and authorized by CONSOB with the resolution No. 19067 of November 19th, 2014. From May 19th 2014 to June 30th 2015 Enel S.p.A. used the authorized mechanism for the storage of regulated information denominated “1Info”, available at the address www.1info.it, managed by Computershare S.p.A. with registered office in Milan and authorized by CONSOB with resolution No. 18852 of April 9th, 2014