#EnelFocusOn: EGP faz parceria com empresas americanas para apoiar suas metas de sustentabilidade

Publicado em Quinta-feira, 12 de Julho de 2018

“Devemos parar de considerar as alterações climáticas como um custo corporativo. Devemos considerá-las como uma oportunidade para inovar e construir novos negócios. Juntos, nós somos capazes de fazer o mundo mais limpo, mais saudável e mais próspero”

– Amy Davidsen, Diretora Executiva do The Climate Group

Dessa maneira, a busca pela sustentabilidade e a luta contra as mudanças climáticas vão se tornando objetivos compartilhados com instituições, empresas e serviços de utilidade pública, todos empenhados na mesma direção.

A América está ficando mais verde

Em um mundo cada vez mais verde, abandonar o uso do carvão é inevitável, sob todos os pontos de vista.

“A construção de usinas de carvão tem sido uma escolha pouco conveniente do ponto de vista econômico e financeiro ”

– Ryan O’Keeffe, Diretor de Comunicação da Enel

Com o intuito de ajudar as empresas a adotar um novo paradigma energético, produtoras de energia renovável como a Enel Green Power criaram Contratos de Compra de Energia (no inglês PPA - Power Purchase Agreements) parta o fornecimento de energia a longo prazo.

Num mercado cada vez mais flutuante, os PPA’s oferecem preços seguros às empresas. Esses contratos também são a base para construir parcerias fortes e sólidas com nossos clientes, nos ajudando a desenvolver projetos sob medida, a preços competitivos.

Os Contratos de Compra de Energia da EGP já são os preferidos de muitas empresas, incluindo o Facebook e a Anheuser-Busch.

“A Anheuser-Busch prometeu migrar 100% de seu consumo para as fontes renováveis, a partir deste ano: esse é um compromisso ousado e seus benefícios serão transferidos para todos os nossos produtos”

– Angie Slaughter, Vice-Presidente de Sustentabilidade da Anheuser-Busch

À medida em que as empresas começam a pensar em como alcançar seus objetivos sustentáveis, os PPA’s se tornam um importante recurso para derrubar algumas barreiras de entrada no mercado, utilizando um parceiro experiente como a Enel Green Power para fazer a transição completa para as fontes renováveis.

“Trabalhamos muito para implementar todas as soluções sustentáveis possóveis e nosso compromisso serviu de exemplo para que outras empresas adaptassem seu modelo de negócios para práticas sustentáveis”

– Peter Freed, Gerente de Estratégias de Energia do Facebook

Uma revolução em expansão

O modelo de fornecimento de energia a longo prazo (oferecido por este tipo de contrato) está promovendo uma revolução em mercados estrangeiros, como México, Chile e Brasil, países em que os governos locais já perceberam suas vantagens econômicas e ambientais. 

Essa revolução chegou à costa da Europa, onde o Reino Unido e países Escandinavos estão atuando como porta-bandeiras da sustentabilidade.

Essa revolução, que no início foi liderada por gigantes da tecnologia, agora está sendo adotada por indústrias pesadas e setores tradicionais da economia, que estão vendo nos contratos de longo prazo, uma oportunidade de diversificar seu portfólio de energia, enquanto buscam alcançar ambiciosas metas sustentáveis.

A disseminação dos PPA’s também atingiu organizações com cargas médias de energia, juntamente com as pequenas e médias empresas que podem se beneficiar da redução dos preços de energia (que passam a não ser mais flutuantes), além de adotar uma postura sustentável, fator que vem se tornando decisivo nas escolhas dos consumidores.

Em 2017, a EGP quebrou pelo segundo ano consecutivo o seu próprio recorde de capacidade renovável instalada em doze meses, alcançando um total global de 2602 MW em nova energia sustentável, dos quais 1.200 foram construídos nos EUA. Estamos prontos para abastecer, hoje, as empresas que desejam construir um mundo mais verde, amanhã