Cinesolar: estação itinerante de arte e sustentabilidade

Publicado em Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

“Minha expectativa pra viver essa experiência tá imensa. Nem eu, nem nenhum dos meus filhos tínhamos visto uma tela desse tamanho. Quando eu soube que a Enel tava promovendo esse cinema com energia solar, fiquei torcendo pra que um dia chegasse aqui no meu povoado também. Eu mesmo faço questão de preparar a pipoca pra alegrar a minha comunidade toda!”

– Itamar Portilho, líder comunitária.

A van do Cinesolar, equipada com placas que geram eletricidade por meio da luz do sol, carrega todo o aparato necessário para montar uma sessão de cinema completa: cadeiras, tela, projetor e sistema de som. O objetivo é transformar espaços públicos (ruas, praças e parques) em uma verdadeira sala de projeção sustentável, aproximando os moradores das comunidades que ficam no entorno das plantas da EGP, das características e benefícios da energia renovável.

“A maioria das pessoas que participam das nossas sessões, abrem a janela e dão de cara com turbinas eólicas ou grandes campos de placas solares. Nós queremos que eles tenham familiaridade com esse tema e compreendam, na prática, como o processo de geração renovável funciona.”

– Cynthia Alario, idealizadora do projeto

Na edição de Lagoinha, foram exibidos cinco curta metragens sobre sustentabilidade e cultura quilombola, que enalteciam a vida no interior do país. Tudo para que as famílias de Dona Itamar e de Seu Gilberto, presidente da associação de moradores local, se sentissem retratadas na tela:

“Até hoje, meus filhos ainda não tinham ido ao cinema, porque nunca teve nada parecido aqui. Os filmes que vocês passaram foram muito bons e divertidos. Só tenho a agradecer em meu nome e em nome de minha família.”

– Gilberto Alves

Além das sessões de cinema, o Cinesolar promove workshops que exploram a questão ambiental e sustentável. Em Lagoinha, a oficina de Forno Solar engajou a população. Os participantes receberam dicas sobre alimentação saudável e aprenderam a construir um forno que não usa gás, lenha ou energia elétrica. Agora, eles já são capazes de produzir suas próprias receitas utilizando apenas o calor do sol. Um conhecimento que pode até mesmo propiciar uma nova oportunidade de geração de renda.

“O Cinesolar faz parte do nosso compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. O projeto nos permite compartilhar atitudes em prol da preservação ambiental, já realizadas em nossos empreendimentos, para as comunidades vizinhas. Pouco a pouco a nossa presença é percebida como um agregador de valor na região.”

– Márcia Massoti, Diretora de Sustentabilidade da Enel Brasil.

Sem dúvida, a passagem da caravana do Cinesolar pelo interior da Bahia ficará marcada na vida de Dona Itamar, de Seu Gilberto e de todos os moradores do povoado.