Diversidade e inclusão: a energia das nossas pessoas

Publicado em Segunda-feira, 23 de Julho de 2018

“Valorizar e dar voz a diferentes pontos de vista dentro da empresa permite que a Enel analise e gerencie riscos a longo prazo e crie valor.”

– Seeding Energies – Relatório de Sustentabilidade 2017

Acreditamos que essa é uma atitude fundamental para criar um ambiente de trabalho inclusivo, mas também porque o aprimoramento das pessoas é uma vantagem competitiva para todo o Grupo: é assim que nasce a inovação, especialmente no nosso modelo Open Innovability.

Inovação e sustentabilidade através do diálogo

Para Taccone, o diálogo e a realização de feedbacks periódicos com seus funcionários são elementos-chave para a inovação. A pesquisa sobre o ambiente de trabalho, uma ferramenta vital para a empresa avaliar periodicamente os níveis da satisfação dos colaboradores, deve ser complementada com a comunicação pessoal diária e aberta.  

“A Enel considera a comunicação interna um importante suporte para o fortalecimento da cultura da companhia e para o crescimento das pessoas e da organização, incentivando e promovendo o intercâmbio de informações, conhecimentos e experiências.”

– Seeding Energies – 2017 Relatório de Sustentabilidade

Dois fatores fundamentais durante as fases de comparação e diálogo são a escuta recíproca e o respeito, guiados por uma abordagem aberta, focada na busca do melhor resultado para a companhia.

A Digitalização Global do Grupo Enel

Romina Taccone trabalha na usina geotérmica de Larderello, planta italiana que deu origem à energia geotérmica em todo o mundo, que agora integra uma rede de 34 usinas espalhadas por três províncias da Toscana.

Trata-se de um ambiente de trabalho único, tanto tecnologicamente quanto geograficamente, bem como um modelo de referência para o Grupo como um todo. A digitalização está presente no dia a dia da usina há algum tempo: as estações geotérmicas são totalmente controladas usando sistemas de monitoramento remoto, inclusive em ambientes extremos, como poços geotérmicos.

Em Larderello, portanto, era natural estender a digitalização a aspectos relacionados a gestão de pessoas e comunicação. A disponibilização de smartphones para técnicos que atuam no campo tornou as atividades de trabalho mais dinâmicas e flexíveis, em toda a linha, desde a documentação até o gerenciamento dos registros de entrada/saída do relógio. “Tudo é mais inteligente agora”, conclui Taccone.

ODS’s  para apoiar a igualdade de gênero

Larderello é um bom exemplo de tecnologia sustentável e inovação que também espelha a abordagem do Grupo. Este último é descrito no Relatório de Sustentabilidade e tem como objetivo contribuir de forma contínua para a realização dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela ONU. A atuação do Grupo foca na conquista de quatro objetivos, com os quais a Enel se comprometeu publicamente: ODS 4 – ‘Educação de qualidade’, ODS 7 – ‘Energia acessível e limpa’, ODS 8 – ‘Trabalho decente e crescimento econômico’ e ODS 13 – ‘Ação climática’.

Ao incentivar medidas para desenvolver nossa equipe e aumentar seu potencial, estamos trabalhando para cinco das 17 metas. Em particular, o ODS 8 (‘Trabalho decente e crescimento econômico’) está presente nas iniciativas que enfocam a inclusão e a valorização de pessoas, como o “Programa de Mobilidade dos Jovens”, voltado para colaboradores da Enel com menos de 35 anos.

Entre outras ferramentas úteis para entender como nossos colaboradores vivem o dia-a-dia na empresa estão a pesquisa de clima e a "People Digital Transformation", um grupo de trabalho cujo objetivo é coletar as experiências e necessidades que os participantes vivenciaram durante toda a sua "jornada" dentro da empresa, desde a sua admissão até as diversas etapas do trajetória profissional, incluindo suas relações com os demais trabalhadores.

Além disso, para promover ainda mais o crescimento profissional dentro de um contexto externo mais amplo e em constante mudança, lançamos o projeto Human Lab, que vai selecionar ideias inovadoras de fora do Grupo e introduzi-las em nossa realidade, testando-as primeiro em um pequeno grupo de pessoas e, em seguida, se bem-sucedidas, disseminando a iniciativa para toda a companhia.

Segurança, igualdade e treinamento

As medidas preventivas implementadas pela empresa para garantir a segurança de seus colaboradores durante viagens de negócios, incluindo informações sobre os países para onde estão indo, fazem parte do ODS 3 (‘Boa saúde e bem-estar’), enquanto um exemplo de como estamos contribuindo para o ODS 4 (‘Educação de qualidade’) e o ODS 17 (‘Parcerias para os Objetivos’) é o nosso projeto de subsídio para os colaboradores que desejam continuar a estudar.

A promoção do trabalho das mulheres é o ponto central do ODS 5 (‘Igualdade de Género’), enquanto trabalhamos pelos jovens por meio do Pacto Europeu pela Juventude, lançado pela Comissão Europeia e pela CSR Europe (rede europeia de Responsabilidade Social Empresarial). A iniciativa foi criada para estimular a empregabilidade dos jovens, através de programas de parceria entre o universo a educação e o universo corporativo.

Também podemos citar a nomeação, em 2016, de um “Gerente de Diversidade” para abordar, supervisionar e fomentar a diversidade, promovendo a inclusão dentro do Grupo.

Todos esses objetivos estão presentes no nosso Plano de Sustentabilidade 2018-2020, que reitera e relança nossa vocação para a sustentabilidade como um modelo aberto. Isso porque nós sempre queremos mais janelas e menos paredes.