Empoderamento que transforma o futuro

Publicado em Quinta-feira, 26 de Julho de 2018

“Nossa primeira meta era estabelecer um grupo produtivo de empoderamento feminino na comunidade. No início, não tínhamos nenhum recurso financeiro, mas queríamos nos qualificar, queríamos trabalhar e gerar uma renda que pudesse garantir o nosso sustento e o dos nossos filhos.”

– Janete Nazareth – Fundadora do Projeto Mulheres do Salgueiro

Dois anos depois da primeira reunião, o grupo estabeleceu parcerias e arrecadou os recursos necessários para construir uma sede para o projeto. Na casa Mulheres do Salgueiro, que hoje conta com 3 andares e fica na mesma rua da creche comunitária, são oferecidas aulas de corte e costura, artesanato, informática, inglês, telemarketing, além de outros cursos. 

empoderamento-feminino-mulheres-do-salgueiro

“Eu não tinha grandes expectativas de futuro. Minha vida estava estacionada. Através do Mulheres do Salgueiro eu pude abrir minha mente, conquistei uma profissão e sustento minha família sozinha. Hoje, meus quatro filhos olham pra mim e enxergam uma mulher batalhadora, que apesar das dificuldades não desiste nunca. O poder de mudar está dentro da gente!”

– Renata Bispo, costureira, ex-aluna do projeto

Apesar do nome da iniciativa, participantes do sexo masculino, jovens e adolescentes também são muito bem vindos.

“Nossa intenção é passar as técnicas e os conceitos de empreendedorismo para o maior número de pessoas. Nosso movimento é forte, estruturado. Juntos, vamos conseguir transformar esse cenário de crise.”

– Jaqueline Kort-Kamp, pedagoga do projeto

Economia Circular, cidadania e desenvolvimento social

Cerca de 90% do material utilizado durante as aulas é fruto de reaproveitamento. Garrafas pet, caixas de leite, jornais e sobras de tecido ganham novos formatos e usos pelas mãos dos participantes. Além dos próprios alunos, alguns parceiros ajudam a captar o material reciclável. A Enel já comprou bolsas e brindes que foram confeccionados a partir de banners e uniformes antigos da empresa:

“Temos investido em projetos de geração de renda e incentivado a economia circular não somente no Salgueiro, como em outros grupos produtivos. A sustentabilidade está presente em toda a cadeia de valor do grupo Enel. Além do projeto Mulheres do Salgueiro, temos apoiado outras iniciativas de empoderamento feminino para valorizar o papel da mulher na nossa sociedade.”

– Kátia Ramos, Área de Sustentabilidade Enel

A associação Mulheres do Salgueiro também faz parte do projeto Luz Solidária da Enel Brasil. Além da troca de lâmpadas, serão realizadas novas oficinas de costura e artesanato, com foco em sustentabilidade e na emancipação financeira das participantes.