Brasileiro é o novo campeão da Formula E!

Publicado em quarta-feira, 02 de agosto de 2017

“Estou muito feliz, mas não tem nada garantido. A Fórmula E pode te levar do céu ao inferno de um dia para o outro; é muito fácil cometer erros e não marcar pontos. Vamos fazer o possível, motivar a equipe, tentar a vitória, mas só saberemos o resultado depois da bandeira quadriculada de amanhã”

– comentou Lucas di Grassi, esperançoso de que o bom resultado se repetiria na corrida de domingo

No sábado, o caçador. No domingo, a caça!

No dia seguinte, não dava para saber qual dos pilotos estava sob maior pressão. Enquanto Di Grassi lutava para manter a vantagem conquistada, Sébastien Buemi – que venceu seis corridas na temporada – precisava fazer de tudo para reverter o cenário e assumir a dianteira novamente. De caçador, o brasileiro passou a ser a caça da vez!

Depois de um início turbulento, em que tanto Lucas como Daniel Abt, seu companheiro de equipe, caíram para a nona e décima posições, a dupla manteve um bom ritmo, economizando energia, e conseguiu se recuperar. No fim da disputa, Buemi chegou em 11º lugar e Lucas em 7º. O resultado não deixou esperança para o piloto suíço: o dia estava realmente destinado para a consagração brasileira!

“Ganhamos o campeonato depois de dois anos batendo na trave. Sem sombra de dúvida um título muito, muito importante – o mais importante da minha carreira. Tivemos três anos espetaculares com muitas emoções e alguns momentos inesquecíveis, mas o que alcançamos hoje é o topo absoluto e uma merecida recompensa a todos os membros do time, que demonstraram um espírito de luta inabalável durante todo o ano. Estou extremamente orgulhoso em ser campeão da Fórmula E. Obrigado a todos que ajudaram a tornar isso possível”

– Lucas di Grassi

Um sonho brasileiro no topo do mundo!

Lucas Di Grassi, o grande campeão da Fórmula E 2016-2017, teve uma trajetória de recuperação incrível durante a temporada – em algumas etapas ele chegou a ficar 43 pontos atrás do líder principal. Terceiro colocado no campeonato de estreia da categoria (2014-2015) e vice-campeão na temporada passada, o brasileiro pôde, enfim, soltar o grito que estava engasgado na garganta:

“É um sonho que se torna real. Agradeço aos brasileiros por toda a força, toda a torcida, todos os votos no FanBoost, todo mundo que esteve do meu lado, que acreditou e torceu junto da minha equipe, minha família e meus amigos”

– Lucas di Grassi

Nas três primeiras temporadas do campeonato mundial de carros elétricos, os números do piloto brasileiro são realmente impressionantes. Foram 33 corridas, seis vitórias, 20 pódios, três pole positions, nove largadas na primeira fila, 11 presenças no Super Pole, 468 pontos alcançados e 19 premiações do FanBoost – artifício que dá uma carga extra de potência aos pilotos, definida por votação popular na internet.

As emoções da próxima temporada da Formula E já têm data para começar. A próxima disputa será em Hong Kong, no dia 2 de dezembro, ainda nesse ano.

Confira a classificação final do campeonato:

1. LUCAS DI GRASSI – 181 pontos (brasileiro)

2. Sébastien Buemi – 157 pontos

3. Felix Rosenqvist – 127 pontos

4. Sam Bird – 122 pontos

5. Jean-Éric Vergne – 117 pontos

11. Nelson Piquet Junior – 33 pontos (brasileiro)