Do artesanato ao mundo fashion

Published on Quarta-feira, 12 Julho 2017

“Quando eu era pequena, a gente só tinha duas opções: ou ajudava na lavoura ou aprendia a trançar a palha da carnaúba e do buriti. Há mais de dez anos, eu sobrevivo exclusivamente do trabalho manual. O artesanato é a minha única fonte de renda e eu tenho muito orgulho disso”

– Neuda Silva, artesã

Na última semana de maio, esses dois universos estiveram unidos para divulgar e valorizar a identidade cultural do estado do Ceará. Uma grande estrutura foi montada no Terminal Marítimo de Passageiros, em Fortaleza, para receber personalidades do mundo da moda, estilistas, estudantes, costureiras e artesãs. A cada noite, o DFB Festival foi visitado por cerca de 10 mil pessoas.

“Foram 43 desfiles, 20 palestras e workshops, 18 apresentações musicais, 64 empreendedores espalhados por uma área de 1.200 m², com mais de 500 pessoas envolvidas na produção. A vocação nordestina para a moda merece um evento desse porte, que não seria possível de ser realizado sem a nossa parceria com a Enel”

– Cláudio Silveira, diretor do DFB Festival

Capacitação para valorizar a identidade regional

Durante o evento, 13 artesãs que fazem parte do projeto Enel Compartilha Empreendedorismo puderam expor e vender seus trabalhos. Quem visitou a Loja Social Itinerante encontrou peças de crochê e patchwork, bordados, rendas e artigos feitos com palha, argila e biscuit.

“Nossa! Quando eu entrei pro projeto, minha vida mudou todinha. Eu era tipo invisível antes, sabe? Não sabia como apresentar meu trabalho, como abordar um cliente... Hoje a minha clientela triplicou! Eu participo de feiras, aprendi a me expressar melhor, pude reformar minha casa, construir um galpão para trabalhar. Eu só tenho a agradecer”

– Neuda Silva

O Enel Compartilha Empreendedorismo foi criado em 2007. Até o ano passado, mais de 8.200 pessoas foram beneficiadas pelo programa, que oferece cursos de técnicas de artesanato, controle de qualidade e gerenciamento de vendas.

“O projeto representa o posicionamento global da companhia por abordar a sustentabilidade e compartilhar valor. É uma oportunidade de geração de renda para a população do Estado”

– Ana Cilana, Especialista em Projetos de Sustentabilidade da Enel Distribuição Ceará