Música para embalar sonhos

Publicado em segunda-feira, 26 de junho de 2017

“Pensei em abandonar o projeto algumas vezes. Um dia, o professor conversou comigo e explicou que no início era difícil para todos, e que seria preciso me dedicar ainda mais. Os ensaios oficiais eram três vezes por semana, mas eu resolvi estudar por conta própria, todos os dias. Foi aí que eu comecei a progredir”

– orgulha-se Silvio, que aprendeu também a tocar tuba.

No ano seguinte, a oportunidade de ouro: uma apresentação na sede da Enel e na embaixada brasileira em Roma. Lembrança que Silvio e toda a orquestra levarão para sempre. “Visitei o Vaticano, o Coliseu, a Fontana di Trevi. Nunca tinha nem imaginado fazer uma viagem incrível como essa”.

O jovem, que só conhecia música sertaneja, agora se aventura por diferentes estilos e nutre um carinho especial pelas obras clássicas. “Gosto da 3ª e da 5ª Sinfonias de Beethoven, da Abertura de Tannhäuser, de Wagner, e da 25ª Sinfonia de Mozart.”, lista.

Hoje, a música embala o sonho de um futuro melhor. Silvio pretende melhorar a realidade de sua família e nunca mais distanciar-se das notas musicais.

“A música provocou uma reviravolta na minha vida. Hoje tenho muitos colegas, perdi a vergonha de falar com as pessoas e de fazer novas amizades. Tenho uma renda garantida e posso ajudar minha mãe em casa. A música me fez enxergar possibilidades que antes nem passavam pela minha cabeça”

– Silvio Luiz Pena, jovem instrumentista

O projeto Sinfonia do Amanhã foi criado pela Enel em 2013, em parceria com a Orquestra Jovem Sinfônica de Goiás. Além de Cachoeira Dourada, também atende as cidades de Itumbiara (GO) e Cachoeira de Minas (MG). Atualmente, são oferecidas aulas de violino, viola clássica, violoncelo, contrabaixo, violão, flauta-doce, coral e instrumentos de metal. Além do ensino musical, os alunos recebem acompanhamento social e pedagógico.