Mothers2Mothers: Construindo o futuro, de mãe para mãe

Publicado em quinta-feira, 12 de abril de 2017

“A Enel Green Power apoia o projeto para evitar que o vírus HIV desenvolva a Aids e, especificamente, diminuir a transmissão do vírus das mães para seus filhos. Focamos não só na comunidade, mas também nos funcionários que trabalham na planta”

– Clifford Riddles, responsável pelo Escritório de Aprendizagem de Khara Hais

Conscientização para construir o futuro

Na província de Limpopo, o apoio da Enel à Mothers2Mothers está focado em aumentar o acesso e a adesão aos serviços de saúde que impedem a transmissão do HIV das mães para os filhos, bem como em outros serviços para recém-nascidos, gestantes, novas mães e suas famílias, os capacitando para ter uma vida saudável.

Além de cuidados médicos, as mães soropositivas recebem apoio psicológico de doutores, enfermeiras e também de Mães Conselheiras (Mentor Mothers). São mulheres e mães portadoras do HIV que já participaram dos programas da associação e deram à luz bebês livres do vírus, por terem recebido os cuidados médicos adequados. Este caminho, a partir da conscientização do problema e da sua aceitação, capacita as mulheres em suas comunidades, permitindo que elas levem uma vida saudável e produtiva, transmitindo uma mensagem de independência e esperança no futuro.

“Uma das etapas fundamentais para enfrentar o vírus é aceitá-lo”

– Innah, Mãe Conselheira

Graças à sua experiência de vida e a um forte vínculo com a comunidade, estas mulheres são capazes de oferecer um exemplo tangível e mostrar o caminho para aqueles que estão enfrentando a doença pela primeira vez. Desde o início da parceria entre a Enel e Mothers2Mothers, quatro Mães Conselheiras visitaram a planta de Tom Burke para ministrar treinamentos em grupo e conversar com os funcionários, para ensiná-los a se proteger e a proteger seus entes queridos do vírus.

Sempre em movimento, assim como as mães

Nos primeiros dois meses de 2017, o projeto apoiado pela Enel na África do Sul beneficiou aproximadamente 2.690 pessoas da comunidade de Limpopo, promovendo, entre outras coisas, 420 sessões de informação e pré-triagem de tuberculose, 158 reuniões sobre educação de gênero e violência contra a mulher e 32 visitas a famílias.

É um passo para que possamos construir juntos um futuro melhor e levar adiante nosso compromisso de alcançar alguns dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos pela ONU, através destas e de outras iniciativas semelhantes: educação, acesso à saúde e saneamento básico para todos, igualdade de gênero, combate à fome e à pobreza e promoção de parcerias.