“A Enel tem um compromisso com o setor de energia renovável e com a pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias ambientalmente amigáveis.”

Gerenciamos em torno de 38 GW de capacidade instalada a partir de plantas de co-geração, hídricas, eólicas, geotérmicas, solares e de biomassa, na Europa, Américas, Índia e África. A Enel é a companhia com maior diversidade tecnológica em operação no segmento de energias renováveis.

Fomos os primeiros no mundo a substituir os tradicionais medidores eletromecânicos por medidores eletrônicos “inteligentes”, habilitando as leituras de consumo em tempo real e o gerenciamento do contrato de forma remota. Este sistema inovador de mensuração é crucial para o desenvolvimento de redes e cidades inteligentes e de transporte elétrico. Ademais, a fim de marcar nossa entrada no mundo de energia e novas tecnologias, fundamos uma nova companhia, chamada Enel Open Fiber, e criamos as fundações para o desenvolvimento da infraestrutura de uma rede nacional de banda ultralarga.

Negócios e acionistas

Em 2015, a Enel gerou um total de 284 TWh de energia elétrica, distribuindo 417,4 TWh em suas próprias redes e comercializando 260,1 TWh. O faturamento da companhia foi de 75,7 bilhões de euros, com EBITDA de 15,3 bilhões de euros. A Enel também vendeu, neste período, 8,9 bilhões de metros cúbicos de gás. Listada em 1999 na bolsa de valores de Milão, a Enel tem o maior número de acionistas entre todas as companhias italianas, com 1,1 milhão de investidores institucionais e particulares. O maior acionista da Enel é o Ministério italiano de Economia e Finança.

Além da Enel, outras empresas do grupo estão listadas nas Bolsas da Itália, Espanha, Rússia, Argentina, Brasil, Chile e Peru. Graças a seu código de ética, relatório de sustentabilidade, política de respeito ao meio ambiente e adoção das melhores práticas internacionais em transparência e governança corporativa, a Enel conta, entre seus acionistas, com os maiores fundos internacionais de investimento, companhias seguradoras, fundos de pensão e fundos éticos.

Nova identidade corporativa

Em janeiro de 2016, lançamos nossa nova identidade corporativa global. Simultaneamente, revelamos as novas logomarcas para a Enel Green Power e a Endesa.

A nova estratégia de branding baseia-se na busca pelo "Open Power” anunciada em novembro de 2015 no Dia do Mercado de Capitais, em Londres, tendo na “abertura” a pedra fundamental da nova abordagem estratégica e operacional do grupo.

“Open Power significa: abrir o acesso à energia a mais pessoas; abrir o universo da energia a novas tecnologias; abrir a gestão energética às pessoas; abrir a energia a novos usos e estar aberta a mais parcerias.”

Nossa nova face representa a identidade da Enel: uma empresa moderna, aberta, flexível e ágil, pronta para liderar a transição energética. A logomarca, colorida e atraente, foi inspirada nos princípios de “Open Power” e reflete a diversidade do espectro de energia, a natureza multifacetada de um grupo presente em mais de 30 países e o leque crescente de serviços que oferece.

Onde estamos

Como um negócio global, a Enel está perfeitamente posicionada para abrir energia no entorno do mundo. Nosso alcance global se estende da Europa à América do Norte, América Latina, África e Ásia. Nós conectamos milhares de pessoas a uma energia confiável e cada vez mais sustentável, fornecendo para a maior base de clientes do que qualquer empresa de energia europeia. 

A Enel opera em mais de 30 países com 1,9 milhão de quilômetros de rede em quatro continentes. Contamos com uma capacidade instalada de aproximadamente 90 GW.

Na Europa nossa presença é bastante abrangente: operamos ao longo de toda a cadeia energética, desde a geração até a venda aos usuários finais na Itália, Espanha, Eslováquia e Romênia; produzimos na Bélgica, Rússia, Grécia e Bulgária e vendemos eletricidade e gás em muitos outros países, do Atlântico ao Báltico.

Somos uma das maiores companhias de energia elétrica nas Américas, com todos os tipos de plantas de geração de energia em atividade em 11 países, desde Alberta, no Canadá, até os Andes Centrais. Abastecemos ainda algumas das maiores cidades da América do Sul: Bogotá, Buenos Aires, Santiago e Lima.

Produzimos eletricidade no Marrocos e na África do Sul, onde, em 2015, conquistamos o prêmio de “Investidora do Ano”, por nossos vários projetos em energias renováveis. Esse desenvolvimento continuará em países da África e Ásia, com operações na Índia e na Indonésia. 

Combinando nossa escala e alcance únicos com novas oportunidades em um mundo mais conectado, nós estamos criando o futuro da energia.